Bolo de morangos e “chantilly”

Desde que criança, que os papás cá de casa veneram este bolinho com cobertura de natas e morango. Quem não gostava quando era criança, não é?
Como apesar de já crescidos continuarmos super fãs, quisemos transformar a versão comum deste bolo numa versão mais saudável. Substituímos a farinha “branca” por farinha integral (ou de aveia), as natas pelo leite de coco (para o chantilly) e o açúcar branco por “açúcar de coco” (ou pasta de tâmaras).

O resultado é este bolo bem fofinho e cheio de glamour, com uma versão bem mais saudável. É uma boa sugestão para o aniversário das crianças, para comer nesta Páscoa ou simplesmente porque vos apetece 🙂

Nota: temos partilhado convosco diversas receitas com alternativas para adoçar com xarope de ácer, açúcar de coco, entre outros. Apesar de serem uma alternativa “menos maus” que o comum açúcar branco e refinado, devem ser consumidas em proporções moderadas.
Tal como referimos no blog, a nossa alimentação deve ser sobretudo rica e equilibrada, sempre com bom senso! Delicie-se saudavelmente em família 🙂

Poderá encontrar o resto deste artigo no nosso livro “A Pitada do Pai”. Boas receitas!

16 comentários

  1. Maria Carolina Tenreiro

    Bom dia! A receita parece-me óptima! 🙂
    Os flocos de aveia podem ser substituídos por farinha de aveia? Digo isto para ficar mais homogéneo o bolo… o que acha?
    Beijinhos!

  2. Com a cobertura do chantilly de côco o bolo tem que ser mentido no frigorífico? Obrigada

  3. Boa tarde, estou a pensar fazer para a festinha na escola do meu filho, mas são cerca de 40 crianças, será melhor dobrar? Obrigada

  4. Viviana Oliveira

    Olá

    Posso trocar o iogurte natural por iogurte de cocô para poder oferecer ao meu bebé que é alérgico às proteinas de leite de vaca?

    Obrigada

  5. Boa noite.
    O que sugere como adoçante natural para além do acucar de côco? Tâmaras? Os ovos de linhaça interferem com o sabor e consistência?
    Muito obrigada.

  6. Tânia Silva

    Boa noite,
    Não consegui fazer o “chantilly” … alguma tecnica especifica. Eu apenas bati com a batedeira…mas não consegui que engrossasse…

    Obrigada
    Tânia Silva

    • Olá Tânia,
      A técnica é mesmo só bater com uma batedeira vulgaríssima e é importante que estejam bem frescas, de véspera no frigorífico ou pelo menos meia hora no congelador. Mas também já nos aconteceu o mesmo e pela nossa experiência, pensamos que tem a ver com as diferentes marcas. Ou seja, à mesma temperatura (as duas colocadas no congelador ao mesmo tempo) numas houve a tal separação das ditas “natas” da água e outras não. Em três latas diferentes só houve uma que consegui bater, e essa sim, ficou óptima. Por isso, chegámos à conclusão que podia ser das diferentes quantidades de gordura que cada fabricante retira do produto. Não me lembro das “melhores” marcas, mas compare entre elas os níveis de gordura e compre a que tiver mais.

  7. Pingback: Festa de aniversário pode (e deve) ser saudável e saborosa – Manias de uma dietista

  8. Rita Robalo

    Olá! Substituindo o açúcar de coco pela pasta de tamaras, qual seria a quantidade equivalente de pasta ou de tâmaras secas para demolhar e triturar? Obrigada

  9. Boa tarde, tem alguma dica para colorir o chantilly de rosa?

Deixar uma resposta