Quem se lembra, de ser criança nos anos 80?

Quem se lembra, de ser criança nos anos 80?

Parece que foi ontem, mas, na verdade, já estamos a fazer a rubrica “Quem se lembra” há um mês! Acredito que há mesmo algo muito especial nos anos 80 que nos leva a recordar todas estas coisas com tanto saudosismo. Quem se lembra, de ser criança nos anos 80?

Sou suspeito, mas acho que todos nós, desta geração, fomos uns felizardos! Os melhores anos para se ser criança. Mas também uns sortudos, porque aos olhos dos dias de hoje, tivemos muita sorte em estarmos aqui sãos e salvos 😛

Quando andávamos de bicicleta, não usávamos capacetes, nem joelheiras, nem tão pouco cotoveleiras ou qualquer outra protecção. Quando éramos pequenos viajávamos em carros sem cintos, nem airbags.

Comíamos pão com manteiga (muitas vezes ainda acrescentávamos açúcar), batatas fritas, bebíamos groselha, sumos e até Coca-Cola, mas não engordávamos porque estávamos sempre a brincar na rua!

Saíamos de casa de manhã e brincávamos o dia todo, desde que estivéssemos em casa antes de anoitecer. As brincadeiras eram nos pinhais, a construir cabanas, a fazer cross de bicicleta e estamos aqui para contar a história! Não havia telemóvel para saberem onde estávamos, mas tomávamos conta uns dos outros!

Jogávamos ao elástico, à macaca, às escondidas, à apanhada, ao stop e, claro, futebol (a bola até doía).

Se queríamos encontrar os nossos amigos íamos até á rua

Não tínhamos PlayStation, nem X Box. Tínhamos ZX Spectrum, mas mesmo assim queríamos era brincar na rua. Se queríamos encontrar os nossos amigos íamos até á rua.

Caíamos das árvores, cortávamo-nos e até partíamos ossos, sem medo que apontassem o dedo aos nossos pais. Fazia parte.

Havia lutas, mas sem sermos processados. Batíamos às portas dos vizinhos e fugíamos e tínhamos mesmo medo de sermos apanhados. O nosso instrumento musical favorito era… campainhas de porta! 😛

Íamos a pé para casa dos amigos. Partilhávamos garrafas e copos, dávamos uma ‘beca’ do nosso lanche e nunca morremos disso.

Televisão só com 2 canais

A televisão só tinha 2 canais e era a preto e branco. E a rádio era uma grande companhia. As cassetes VHS que víamos no vídeo tinham de ser rebobinadas antes de devolver ao videoclube, senão pagávamos multa.

Tantas e tantas coisas que podíamos relembrar. E que deixam tantas saudades. Entretanto já falámos dos tous do Bollycao, dos pudins Boca Doce, do Tulicreme e da lição 100 na escola. Digam-me nos comentários quem se lembra, de ser criança nos anos 80?

Mas se há coisas que os miúdos dos anos 80 gostavam e os de hoje também não dispensam são umas belas panquecas e as nossas são as mais fáceis do mundo!

As panquecas de aveia mais simples do mundo!

panquecas mais simples do mundo
São as melhores e as mais simples panquecas do mundo. Com aveia, banana e ovo e sem açúcares adicionados são uma perdição. E saem sempre bem!

Entretanto, não se esqueça de subscrever o nosso canal do Youtube e carregar no sino para activar as notificações.

Sem comentários

Submeta um comentário