“Danoninho” de figo e pêssego

Se cá em casa já todos éramos fãs de “danoninhos, porque não juntar o melhor de dois mundos… “Danoninhos” + frutinha de verão 🙂

Neste caso com pêssego e figo, uma combinação surpreendente, deliciosa e bem docinha. E agora vocês perguntam… Onde foram inventar esta combinação??

É simples, cá por casa temos sempre fruta madura, pois gostamos da fruta doce e em muitos casos usamos para gelados ou para mousses (receitas aqui e aqui). Desta vez ao abrirmos o frigorífico vimos que estes figos e pêssegos estavam mesmo a pedi-las!

Experimente e vai ver que vai adorar 🙂

Estes “danoninhos” não são iogurtes, mas são um excelente lanchinho!

Sugestão: se tiver figos a mais, experimenta esta deliciosa Mousse (receita aqui)

https://www.apitadadopai.com/mousse-de-figo/

Ingredientes

  • 2 a 3 inhames cozidos
  • 4 a 5 figos
  • 1 pêssego
  • 1 a 2 colheres de sopa de água (se necessário)

Recebemos inúmera questões sobre o inhame… é um tubérculo têm uma consistência excelente e são uma excelente alternativa para os lanches, não só dos mais pequenos, mas também de toda a família. Pela pesquisa que fizemos encontrámos varias fontes que indicam que inhame, tal como batata doce pode ser oferecido a partir dos 6 meses, de acordo com a fase de introdução dos sólidos do bebé.

Passos

  1. Lave bem os inhames e coloque-os numa panela a cozer bem durante 5/10minutos aproximadamente (até conseguir-se espetar o garfo).
  2. Descasque-os e coloque no copo do liquidificador ou robô de cozinha. Junte os figos, o pêssego e triture. Se necessário adicione água até obter a textura desejada.
  3. Coloque o “iogurte” em frascos de vidro ou caixinhas e leve ao frigorífico. Dependendo da fruta utilizada, conserve por 1 a 2 dias.

4 comentários

  1. alexandra

    bom dia, costumo usar os figos com a casca nas receitas, como fez nesta?
    Obrigada

  2. Susana Castro

    Boa noite papá, por cá também temos muita fruta do pomar dos avós. Desde maçãs, pêras, ameixas, figos… Queríamos aproveitar e fazer papinhas de fruta (tipo aquelas de boião que compramos no supermercado e inclusivamente aquelas que agora se bebem). Ora bem, temos imensos frascos é recipientes de vidro onde poderíamos colocar as papás. A dúvida está, como conservar!? Congelar? Se sim, por quanto tempo? Ficam boas ou ganharão gelo? Sem necessidade de frigorífico, com vácuo? Não estragam!? Estamos com dúvidas e queremos mesmo Aproveitar a fruta! Obrigada desde já 🙂

    • Olá Susana,
      Peço desculpa pela resposta tardia…espero que ainda vá a tempo.
      O ideal seria esterilizar sempre os frascos e tampas, no lume com água a ferver ou em algo próprio para esse fim. Para ser sincero, na nossa casa isso aconteceu ao inicio, quando o Lourenço era mais pequeno, mas agora nunca acontece. A vácuo é que nunca experimentámos, logo não posso opinar.
      O que acontece realmente na nossa casa quando fazemos algum puré de fruta é guardar no frigorífico (em frasquinhos) por 1 ou 2 dias, colocando umas gotinhas de sumo de limão na fruta que mais oxida. Também já congelámos “Danoninhos” e satisfaz…dependendo do congelador pode ou não criar mais gelo.

Deixar uma resposta